Hackers vazam dados da Embraer, terceira maior fabricante mundial de aviões

A empresa brasileira Embraer, considerada hoje a terceira maior fabricante de aviões depois da Boeing e da Airbus, foi vítima de um ataque de ransomware no mês passado.

Hoje, os hackers envolvidos na intrusão vazaram alguns dos arquivos privados da empresa como vingança depois que o fabricante do avião se recusou a negociar e, em vez disso, optou por restaurar os sistemas de backups sem pagar o resgate exigido.

Os arquivos da Embraer eram compartilhados em um site hospedado na dark web, administrado pela gangue de ransomware RansomExx (também conhecido como Defray777).

O vazamento de hoje confirma que os hackers conseguiram roubar dados dos servidores da empresa. A Embraer divulgou um comunicado à imprensa na semana passada, admitindo a violação de segurança, mas não confirmou que o incidente não envolveu ransomware nem roubo de dados.

A fabricante do avião disse que os atacantes tiveram “acesso a apenas um ambiente” e que o incidente causou apenas um impacto temporário em “algumas de suas operações”.

A Embraer também é uma das três empresas que tiveram seus dados vazados no final de semana no site de vazamento RansomExx, lançado no sábado.

A quadrilha RansomExx agora se junta a uma longa lista de gangues de ransomware que administram sites de vazamento .

A Embraer também é uma das três empresas que tiveram seus dados vazados no final de semana no site de vazamento RansomExx, lançado no sábado.

Essa RansomExx agora se junta a uma longa lista de gangues de ransomware que administram sites de vazamento.

Fonte: https://www.zdnet.com/
Por Catalin Cimpanu por Zero Day
7 de dezembro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× WhatsApp